Pintura de uma paisagem

Oliveira Martins e Afonso Arinos: regiões e tragicidades

José Adilçon Campigoto, Élio Cantalício Serpa

Resumo


Nessa pesquisa sobre os temas região e tragicidade, em textos publicados em Portugal e no Brasil dos séculos XIX e XX, elegemos algumas obras de dois autores: Oliveira Martins e Afonso Arinos. O ferramental adotado para realizarmos essa investigação foi extraído do campo da hermenêutica filosófica, tentando-se perceber o movimento que estes intérpretes do Brasil e de Portugal realizaram em função de compreender a realidade. A obra História da civilização ibérica de autoria de Oliveira Martins e a coletânea intitulada como Notas do dia e o livro Lendas e tradições brasileiras escritas por Afonso Arinos serviram como fontes. Conclui-se, entre outras coisas, que a Península Ibérica é tomada, nesses textos, como totalidade (geográfica, histórica e espiritual), esquema transposto, em certa medida, para a escrita de Arinos sobre o Brasil.


Palavras-chave


Civilização; Hermenêutica; Regionalismo

Texto completo:

54-74


DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v0i10.443

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia