Clio no espelho

um estado da arte sobre a história dos cursos superiores de História no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v14i37.1736

Palavras-chave:

Historiografia, Ensino superior, Cursos de História

Resumo

Este artigo se propõe a analisar o estado da arte sobre a história dos cursos superiores de História no Brasil. Listo trabalhos entre os anos 1999 e 2021 e os analiso em termos de: estrutura da narrativa; problemática selecionada; fontes; e referências teórico-metodológicas. Concluo com a importância desses tipos de trabalhos para a memória profissional da área e para a história da historiografia brasileira; e por outro lado, com os desafios dos trabalhos que são: aprofundar o uso e a interrogação sobre fontes pertencentes ao âmbito da sala de aula universitária, além da necessidade de problematizar a narrativa evolucionista originada pela opção que a explicação linear da origem dos cursos ocasiona.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aryana Lima Costa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Aryana Lima Costa possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2007), mestrado em História pela Universidade Federal da Paraíba (2010) e doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2018). Atua principalmente nos seguintes temas: ensino de história, formação de professores, currículo, história do ensino de História e estágio supervisionado. É professora no ProfHistória/UERN e coordenadora de área do PIBID/História na UERN. Ganhou o prêmio Manoel Luiz Salgado Guimarães do PPGHIS/UFRJ e menção honrosa no Prêmio Capes pela tese “De um curso d'água a outro: memória e disciplinarização do saber histórico na formação dos primeiros professores no curso de História da USP”, defendida em 2018.

Referências

ANDRADE, Roberto. Construindo Discursos e Compartilhando Memórias: a década de 70 e a formação de professores de História na Universidade Estadual de Londrina. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UEL, Londrina, 2008.

BENFICA, Tiago. História e Universidade: a institucionalização do campo histórico na Universidade Estadual de Mato Grosso/Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1968-1990). 2016. Tese (Doutorado em História). Programa de Pós-Graduação em História, FCH/UFGD, Grande Dourados, 2016.

BEZERRA, Francisco. O Ensino Superior de História na Paraíba (1952-1974): aspectos acadêmicos e institucionais. 2007. Dissertação (Mestrado em História). PPGHIS/UFPB, João Pessoa 2007.

BORGES, Simone. Os Cursos de História da Universidade Católica de Goiás e da Universidade Federal de Goiás: um olhar histórico. 2006. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UFG, Goiânia, 2006.

CARVALHO, Silvana. A Formação do Professor de História na Faculdade de Filosofia da Universidade Estadual de Ponta Grossa de 1950 A 1970: propostas curriculares e memórias docentes. 2010. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UFPA, Belém, 2010.

CIAMPI, Helenice. A História Pensada e Ensinada: da geração das certezas à geração das incertezas. São Paulo: Educ, 2000.

COSTA, Aryana. De um Curso d’Água a Outro: memória e disciplinarização do saber histórico na formação dos primeiros professores no curso de História da USP. 2018. Tese (Doutorado em História Social). Programa de Pós-Graduação em História Social/UFRJ, Rio de Janeiro, 2018.

COSTA, Aryana e BEZERRA, Alana. O Curso de História da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN): institucionalização e primeiras estruturas curriculares (1967-1978). Revista de História da UEG, Morrinhos, v. 10, n. 1, p. 1-22, 2021.

ERBERELI JUNIOR, Otávio. A trajetória intelectual de Alice Piffer Canabrava: um ofício como sacerdócio (1935-1997). 2019. Tese (Doutorado em História Econômica). Programa de Pós-Graduação em História Econômica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

FALCON, Francisco. A Identidade do Historiador. Revista Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 9, n. 17, p. 7-30, 1996.

FALCON, Francisco. A Cadeira de História Moderna e Contemporânea e o ensino e a pesquisa históricas na FNFi-UB. In: MATTOS, Ilmar (org.). História do Ensino da História no Brasil. Rio de Janeiro: Access, 1998. p. 111-134.

FAGUNDES, Bruno. O Auge da História: história do curso de História da Universidade Federal do Paraná. São Paulo: Ed. Letra e Voz, 2019.

FENELON, Déa Ribeiro. A Formação do Profissional de História e a Realidade do Ensino. Revista Projeto História, São Paulo, n. 2, p.7-19, 1982.

FERREIRA, Marieta. M. A História como Ofício: a constituição de um campo disciplinar. RJ: FGV, 2013a.

FERREIRA, Marieta. Os professores franceses e o ensino da História no Rio de Janeiro nos anos 30. In: MAIO, Marcos Chor; BÔAS, Glaucia Villas (org.). Ideais de Modernidade e Sociologia no Brasil: Ensaios sobre Luiz de Aguir Costa Pinto. 1ed. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRS, 1999. v. 1, p. 277-300.

FERREIRA, Marieta. O ensino da história na Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 19, n. 2, p. 611-636, abr./jun. 2012.

FERREIRA, Marieta. O lado escuro da força: a ditadura militar e o curso de história da Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil (FNFi/UB) 45-64. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 6, n. 11, p. 45-64, abr. 2013b. Disponível em: https://www.historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/572. Acesso em: 22 out. 2021.

FERREIRA, Marieta. Os desafios da profissionalização do ensino de História: duas trajetórias de professores universitários. In: ALMEIDA, Marta; VERGARA, Moema (org.). Ciência, história e historiografia. São Paulo: Via Lettera, 2008a. p. 175-189.

FERREIRA, Marieta. Perfis e trajetórias dos professores universitários do curso de História no Rio de Janeiro. In: OLIVEIRA, Antônio José Barbosa de (org.). Universidade e Lugares de Memória. 1 ed. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008b. v. 1, p. 235-268.

FREITAS, Itamar. A “Velha” História Francesa no Ensino Superior: o exemplo de Afonso de Escragnolle Taunay na Faculdade Livre de Filosofia e Letras de São Paulo. In: FREITAS, Itamar. Histórias do ensino de história no Brasil. São Cristóvão: Editora da UFS, 2006. v. 1, p. 29-50.

FREITAS, Itamar. Histórias do ensino de história no Brasil. São Cristóvão: Editora da UFS, 2006. v. 1.

FREITAS, Itamar. Histórias do Ensino de História no Brasil. São Cristóvão: Editora da UFS, 2010. v. 2.

GALENO, Nayara. Delgado de Carvalho e o Ensino da História: livros didáticos em tempos de reformas educacionais (1931-1946). 2009. Dissertação (Mestrado em História Social). Programa de Pós-Graduação em História Social/UFRJ, Rio de Janeiro, 2009.

GRIBAUDI, Maurizio. Escala, Pertinência, Configuração. In.: REVEL, Jacques (org.). Jogos de Escalas: a experiência da microanálise. Rio de Janeiro: Ed. FGV, 1998. p. 121-150.

GUIMARÃES, Lúcia P. Da Escola Palatina ao Silogeu: Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, 1889-1938. Rio de Janeiro: Museu da República, 2007.

IGLÉSIAS, Francisco. A pesquisa histórica no Brasil. Revista de História, São Paulo, n. 43, v. 88, p. 373-415, 1971.

LIBLIK, Carmem. Uma História Toda Sua: trajetórias de historiadoras brasileiras (1934-1990). 2017. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em História/UFPR, Paraná, 2017.

MACHADO, Daiane. Por uma “Ciência Histórica”: o percurso intelectual de Cecília Westphalen, 1950-1998. 2016. Tese (Doutorado em História). Programa de Pós-Graduação em História/UNESP, Assis, 2016.

MORAES, José Geraldo Vinci de. e REGO, José Márcio. Conversas com Historiadores Brasileiros. São Paulo: Ed. 34, 2002.

NASCIMENTO, Thiago. A formação do professor de História no Brasil: percurso histórico e periodização. Revista História Hoje, São Paulo, v. 2, n. 3, p. 265-304, 2014.

NASCIMENTO, Thiago. Licenciatura curta em Estudos Sociais no Brasil: sua trajetória na Faculdade de Formação de Professores de São Gonçalo/RJ (1973-1987). 2012. Dissertação (Mestrado em História Social). Programa de Pós-Graduação em História Social da FFP-UERJ. São Gonçalo/RJ, 2012.

NASCIMENTO, Sérgio. A Formação de Professores no Curso de História da Universidade Federal do Pará: uma análise do projeto político-pedagógico. Dissertação (Mestrado em Educação). Programação de Pós-Graduação em Educação/UFPA, Belém, 2008.

OLIVEIRA, João Paulo. Disciplinas, docentes e conteúdos: itinerários da história na Faculdade Católica de filosofia de Sergipe (1951-1962). 2011. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UFS, Aracaju, 2011.

PAULA, Eurípedes. A História e o seu Ensino na Faculdade. Revista de História, São Paulo, n. 160, p. 75-84, 2009 [1949].

PEREIRA, Ludmila. O Historiador e o Agente da História: os embates políticos travados no curso de História da Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil (1959-1969). Dissertação (Mestrado em História). Programa de Pós-Graduação em História/UFF, Niterói, 2010.

PORTO, Ana. O Curso de História na Universidade Federal de Alagoas: dos primórdios à sua consolidação (1952-1979). 2009. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UFAL, Maceió, 2009.

RASSI, Marcos. Uma Canção Inacabada: formação de professores de História: a experiência da FEPAM (1970-2001). 2006. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UFU, Uberlândia, 2006.

REIS, Artur César Ferreira et al. O Ensino da História no Brasil. México: Instituto Panamericano de Geografia e História, 1953.

RICCI, Cláudia. A Formação do Professor e o Ensino de História: espaços e dimensões de práticas educativas (Belo Horizonte, 1980/2003). 2003. Tese (Doutorado em História Social). Programa de Pós-Graduação em História Social/USP, São Paulo, 2003.

RODRIGUES, Lidiane. A Produção Social do Marxismo Universitário em São Paulo: Mestres, Discípulos e um Seminário. (1958-1978). 2012. Tese (Doutorado em História Social). PPGHIS/USP, São Paulo, 2012.

RODRIGUES, Mara Cristina de Matos. A institucionalização da formação superior em história: o curso de geografia e história da UPA/UFRGS, 1943 a 1950. 2002. Dissertação (Mestrado em História). PPGH/UFRGS, Porto Alegre, 2002.

ROIZ, Diogo. Os caminhos (da escrita) da história e os descaminhos de seu ensino. Curitiba/PR: Appris, 2012.

SANTOS, Alessandra. A Universidade, a História e o Historiador: o itinerário intelectual de Francisco Iglésias. 2013. Tese (Doutorado em História). Programa de Pós-Graduação em História/UFMG, Belo Horizonte, 2013.

SILVA, Célia. Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de Ponta Grossa/Universidade Estadual de Ponta Grossa: 50 Anos Do Curso De História. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação/UEPG, Ponta Grossa, 2002.

SILVA, Célia Santana. Memórias em Disputa: o processo de interiorização dos cursos de licenciatura em História na Bahia (1980-2002). Tese (Doutorado em História). Programa de Pós-Graduação em História/UDESC, Florianópolis, 2018.

SILVA, Isaide Bandeira da. Um fazer diferente gera o que pensar: a prática de ensino em História. 2004. Dissertação (Mestrado em História). PPGH/UFC, Fortaleza, 2004.

SILVA, Norma. Institucionalização do Ensino Superior de História e Profissionalização Docente no Interior do Brasil: Araguaína, TO (1985-2002). 2011. Tese (Doutorado em História Social). Programa de Pós-Graduação em História Social/UFRJ, Rio de Janeiro, 2011.

SILVA, Renata Augusta. A Quem Cabe Formar o Professor de História? Os caminhos e debates em torno da construção de um ethos de formação. 2019. Tese (Doutorado em História). Programa de Pós-Graduação em História/UNIRIO, Rio de Janeiro, 2019.

TITO, Roniglese. A Institucionalização do Ensino Superior de História em Porto Nacional, Tocantins (1963–2002). 2011. Tese (Doutorado em História Social). Programa de Pós-Graduação em História Social/UFRJ, Rio de Janeiro, 2011.

VIANA, Eremildo. O Ensino de História Geral no Curso Superior. In: REIS, Artur César Ferreira. O ensino da História no Brasil. México: Instituto Panamericano de Geografia e Historia/Comission de Historia, 1953. p. 69-76.

WESTPHALEN, Cecília. Comentários. In: SEMINÁRIO DE ESTUDOS BRASILEIROS, I, 1972, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Instituto de Estudos Brasileiros/USP, 1972. v. 2, p. 36-43.

Downloads

Publicado

2022-01-13

Como Citar

COSTA, A. L. Clio no espelho: um estado da arte sobre a história dos cursos superiores de História no Brasil. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 14, n. 37, p. 251–281, 2022. DOI: 10.15848/hh.v14i37.1736. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/1736. Acesso em: 19 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigo de revisão