As regras por detrás do jogo: a operação historiográfica de Michel de Certeau na obra de Wlamyra R. Albuquerque

  • Rômulo Gonçalves Bittencourt Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Narrativa historiográfica, Michel de Certeau, Discurso

Resumo

O presente artigo se propõe a aplicar a matriz de Michel de Certeau a uma obra historiográfica, O jogo da dissimulação: abolição e cidadania negra no Brasil, de Wlamyra Ribeiro de Albuquerque, de modo a mapear os três elementos componentes da operação historiográfica: lugar social, as práticas e a escrita. Através da análise dos elementos sobre os quais o discurso não fala será demonstrado o nível de participação do historiador no processo de efetivação da pesquisa acadêmica. Desse procedimento resulta a possibilidade de controlar em toda extensão o discurso histórico produzido, ratificando o caráter cientifico do conhecimento histórico, além de promover reflexões atuais sobre questões históricas.       

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rômulo Gonçalves Bittencourt, Universidade Federal da Bahia
Graduação em Direito pela Universidade Federal da Bahia(2005) e especialização em Direito Constitucional pela Universidade Federal da Bahia(2007). Graduando em História pela Universidade Federal da Bahia
Publicado
2017-07-04
Como Citar
BITTENCOURT, R. G. As regras por detrás do jogo: a operação historiográfica de Michel de Certeau na obra de Wlamyra R. Albuquerque. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, v. 10, n. 23, 4 jul. 2017.
Seção
Artigo