Masonería, historia y memoria: la cuestión de los Orígenes

Autores

  • Dévrig Mollès Université de Strasbourg, Francia

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i20.940

Palavras-chave:

Memória coletiva, Ideologia, Historiografia

Resumo

O artigo trata da maçonaria e seus “mitos de origem”. É uma contribuição á nova historia científica da maçonaria desenvolvida na América Latina desde os anhos 2000 seguindo as influenzas francesas e espanholas. Com os melhores especialistas da história da maçonaria, e com os instrumentos da sociologia do conhecimento e da historia das ideologias, resume as origens das duas grandes neo-tradições disponíveis sobre as origens da maçonaria. Em seguida, o artigo busca refletir sobre os fundamentos ideológicos destas neo-tradições; sonda de forma preliminar alguns dos usos militantes que tiveram no século XX, vislumbrando uma relação entre o mito da origem antiga e a moderna ideologia do progresso por um lado, e entre o mito das origens medievais e a ideologia tradicionalista, reacionária ou conservadora por outro lado. Neste aspecto, o artigo só abre o caminho para um estudo mais amplo e sistemático, cujas bases –genealogia, história e sociologia- são propostas na conclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dévrig Mollès, Université de Strasbourg, Francia

Publicado

2016-07-20

Como Citar

MOLLÈS, D. Masonería, historia y memoria: la cuestión de los Orígenes. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 9, n. 20, 2016. DOI: 10.15848/hh.v0i20.940. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/940. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

Artigo