Pintura de uma paisagem

Entre golpes e dispositivos: Foucault, Certeau e a constituição dos sujeitos

André Bocchetti

Resumo


A análise procura aproximações e distanciamentos entre alguns dos principais conceitos abordados por Michel de Certeau e Michel Foucault, construindo uma proposta que os aproxime no estudo da constituição dos sujeitos. Foi considerada a obra A invenção do Cotidiano: 1. Artes de fazer observada a partir de contribuições de Foucault associadas à análise do discurso e à constituição moral do sujeito. As discussões apontam para uma analítica na qual discursos e práticas cotidianas são contemplados, criando reposicionamentos nos jogos de verdade constituídos a partir das produções estratégicas e táticas. Mecanismos de governo passam a ser analisados em sua capacidade de “apropriação” dos saberes locais. Os objetos constituídos nas relações de poder (instituições, mecanismos, discursos) – e não apenas seus usos – são considerados na medida em que interferem na utilização dos saberes socialmente constituídos. A partir de tais contribuições, apresenta-se uma proposta analítica que encontra nas práticas cotidianas e discursivas suas bases.


Palavras-chave


Discurso; Michel de Certeau; Michel Foucault

Texto completo:

43-56


DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v0i18.921

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia