Pensar a história e seu risco de sangue: o momento drummondiano

Autores

  • Henrique Estrada Rodrigues UFOP

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i5.92

Palavras-chave:

Carlos Drummond de Andrade, Pensar poeticamente, História

Resumo

O artigo analisa a visão de história de Carlos Drummond de Andrade. Pretende-se mostrar que o poema “Os bens e o sangue”, publicado em Claro enigma, corresponde a um momento privilegiado de meditação sobre o tempo e o passado. Essa meditação pode ser descrita como a forma poética de um pensamento sobre a história.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Estrada Rodrigues, UFOP

Historiador, com doutorado em filosofia (USP) e pós-doutorado em culturas políticas (UFMG).

Downloads

Publicado

2010-07-22

Como Citar

RODRIGUES, H. E. Pensar a história e seu risco de sangue: o momento drummondiano. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 3, n. 5, p. 189–203, 2010. DOI: 10.15848/hh.v0i5.92. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/92. Acesso em: 27 set. 2021.

Edição

Seção

Artigo