A verdade da crítica: o método histórico-crítico de August Ludwig (von) Schlözer e o padrão histórico dos juízos

Autores

  • André de Melo Araújo Professor adjunto Universidade de Brasília Departamento de História Campus Universitário Darcy Ribeiro Brasília – DF 70910-900 Brasil

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i18.916

Palavras-chave:

Método crítico, Verdade, Historiografia alemã

Resumo

 Partindo do princípio segundo o qual o pensamento histórico do Iluminismo tardio se caracteriza pelo esforço metodológico que procura estabelecer bases firmes para a ancoragem dos juízos históricos, este artigo tem por objetivo (1) analisar como August Ludwig (von) Schlözer (1735- 1809) estabelece um conceito de verdade histórica que resulta do seu método histórico-crítico e (2) identificar de que modo esse conceito de verdade histórica se relaciona com o debate contemporâneo sobre as representações históricas. Ao considerar o interesse de Schlözer ao longo de quarenta anos pela história da Rússia, defende-se aqui a tese segundo a qual o método histórico-crítico ultrapassa os limites dos procedimentos metodológicos da exegese bíblica e da filologia humanística já ao longo das últimas décadas do século XVIII.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-09-14

Como Citar

ARAÚJO, A. de M. A verdade da crítica: o método histórico-crítico de August Ludwig (von) Schlözer e o padrão histórico dos juízos. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 8, n. 18, 2015. DOI: 10.15848/hh.v0i18.916. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/916. Acesso em: 28 set. 2021.

Edição

Seção

Artigo