Pintura de uma paisagem

História cultural e história do corpo na História Antiga alemã

Jan B. Meister

Resumo


O objetivo deste artigo é explicar as idiossincrasias da História Cultural como praticada na Alemanha – ou melhor, nos países de língua alemã – e chamar a atenção para alguns desenvolvimentos recentes no contexto dessa nova História Cultural entre historiadores alemães da Antiguidade no campo específico da história do corpo. São discutidas várias tendências da História Cultural. Primeiro, que os historiadores foram influenciados pela história da vida cotidiana, que foca em pequenas unidades e em diferentes aspectos da vida comum e não em grandes superestruturas da sociedade. Outra tendência é o crescente interesse de historiadores alemães em métodos e teorias derivados da antropologia cultural. Uma terceira tendência é o crescente interesse na
história feminista e especialmente na construção de papéis de gênero. Um caso especial nesse amplo campo da História Cultural é a história do corpo. De certo modo, essa área de especialização da história exemplifica todos os problemas e possibilidades da História Cultural.

Palavras-chave


História cultural; História do corpo; Historiografia alemã

Texto completo:

131-146


DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v0i14.772

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia