Pintura de uma paisagem

Um Mestre de Rigor: Manoel Luiz Salgado Guimarães e a delimitação do campo de estudos de historiografia no Brasil

Durval Muniz de Albuquerque Júnior

Resumo


Texto de homenagem, ele trata de situar a importância da obra e do trabalho acadêmico de Manoel Luiz Salgado Guimarães, historiador brasileiro falecido em 2010, para a consolidação do campo dos estudos de historiografia na Universidade brasileira. Definindo-o como um mestre, e um mestre de rigor, o texto procura avaliar os aspectos inovadores do trabalho desenvolvido pelo professor Manoel Luiz Salgado Guimarães, bem como indicar os caminhos que foram abertos pela sua militância nos campos do ensino e da pesquisa. Aborda as inúmeras facetas de seu trabalho e se esforça para traçar um perfil, não só do acadêmico, mas do homem público, do cidadão, e por que não do amigo que foi fundamental com seus escritos, com suas aulas, com suas atividades de orientação, para a obra e a vida dos muitos que o conheceram. Este é um texto que busca fazer o luto, da melhor maneira que é possível, fazendo da morte de alguém o estímulo para a vida, para a continuidade de uma herança, instaurando a responsabilidade naqueles que ficaram de seguir a obra inacabada, refundindo vida naquele que nos deixou vivo uma importante parte de si mesmo: o pensamento.

Palavras-chave


Campo historiográfico; Conhecimento histórico; Cultura historiográfica

Texto completo:

144-153


DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v0i13.681

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia