Pintura de uma paisagem

Lembrar abril: as historiografias brasileira e portuguesa e o problema da transição para a democracia

Américo Oscar Guichard Freire, Francisco Carlos Palomanes Martinho

Resumo


O objetivo deste texto é situar e analisar algumas questões que têm marcado a produção historiográfica brasileira e portuguesa acerca do tema da transição democrática. Discute-se como os estudos históricos têm lidado com a memória social a respeito da experiência autoritária nos dois países. Em seguida, examinam-se correntes interpretativas que colocam em questão o significado e a profundidade das mudanças desencadeadas na esteira da transição democrática. Não caberá aqui uma intercalação de teses, umas mais modernas, em substituição a outras, arcaicas, e sim chamar atenção para um debate que, marcado pelos impactos do tempo presente, está longe de se esgotar.


Palavras-chave


Historiografia; Memória; Transição

Texto completo:

124-145


DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v0i10.462

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia