Biografia e ciências humanas em Wilhelm Dilthey

Autores

  • Alexandre de Sá Avelar Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i9.390

Palavras-chave:

Biografia, Wilhelm Dilthey, História

Resumo

Em finais do século XX, a biografia retomou seu lugar de prestígio nas reflexões dos historiadores, superando a desconfiança que lhe fora imputada pelo marxismo e pela historiografia dos Annales. Atualmente, é bastante expressiva a proliferação de estudos sobre trajetórias individuais, sejam elas de homens ilustres ou comuns. Por outro lado, várias das problemáticas do gênero já foram enfrentadas pela historiografia do século XIX. O objetivo deste artigo será de recuperar as importantes formulações de Wilhelm Dilthey sobre a biografia. Com esta proposta, pretende-se demonstrar como o filósofo alemão enfrentou, em seu tempo, questões cruciais, tais como a subjetividade do biógrafo, os limites da representação narrativa da vida de um indivíduo e a oposição entre liberdade e determinismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre de Sá Avelar, Universidade Federal de Uberlândia

Professor do Instituto de História da Universidade Federal de Uberlândia.

Downloads

Publicado

2012-06-23

Como Citar

AVELAR, A. de S. Biografia e ciências humanas em Wilhelm Dilthey. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 5, n. 9, p. 129–143, 2012. DOI: 10.15848/hh.v0i9.390. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/390. Acesso em: 20 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê “História e biografia: aproximações, desafios e implicações teóricas no campo historiográfico”