Sine ira et Studio: retórica, tempo e verdade na historiografia de Tácito

Autores

  • Flávia Florentino Varella USP

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i1.26

Palavras-chave:

Historiografia romana, Retórica, Decadência

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar a importância do conjunto de regras retóricas para a produção historiográfica romana. Para tanto, analisamos a incorporação da memória como disposição do orador realizada no tratado Retórica a Herênio, assim como a obra mais importante do historiador Tácito, os Anais. Nosso objetivo é discutir a adequação da história aos preceitos retóricos da época imperial, bem como o diagnóstico contemporâneo da decadência moral. Propomos que um dos grandes desafios impostos a Tácito foi o de ter que escrever uma história imparcial e, por isso, verdadeira, utilizando-se de escritos corrompidos pela adulação e pelo medo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-06-01

Como Citar

FLORENTINO VARELLA, F. Sine ira et Studio: retórica, tempo e verdade na historiografia de Tácito. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 1, n. 1, p. 71–87, 2009. DOI: 10.15848/hh.v0i1.26. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/26. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Artigo