Método utópico, viagem científica: como descobrir uma ciência utópica do social?

Palavras-chave: Ciências sociais, Ciência, Utopia

Resumo

O artigo analisa a relação entre utopia e ciência, no início do século XIX, à luz da historicidade da ciência social então nascente. Seu foco principal se dirige aos primeiros escritos de Saint-Simon, Robert Owen e Charles Fourier, que escreveram suas principais obras nas três primeiras décadas do XIX. A hipótese de leitura é a de que, com esses autores, é possível apreender a singular instituição de uma ciência utópica do social que articula pesquisa empírica e imaginação dos possíveis. A conclusão a que se chega é que uma ciência utópica dos fatos sociais pode ser o nome de uma lógica da descoberta científica que articula experimentação teórica à descoberta de novas rotas para as configurações políticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Estrada Rodrigues, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Historiador, com doutorado em filosofia (USP) e pós-doutorado em culturas políticas (2006-UFMG) e poéticas visuais (2019-University of the Arts London)
Publicado
2019-12-22
Como Citar
RODRIGUES, H. E. Método utópico, viagem científica: como descobrir uma ciência utópica do social?. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, v. 12, n. 31, p. 380-409, 22 dez. 2019.
Seção
Artigo