Pintura de uma paisagem

Limites, desafios e perspectivas: a primeira década da revista História da Historiografia (2008-2018)

Flávia Varella

Resumo


As revistas históricas são importantes loci editoriais na formação e consolidação de agendas e grupos de pesquisa. Este artigo tem como principal objetivo promover um balanço editorial e de publicações dos dez anos de existência do periódico científico História da Historiografia. No intuito de conhecer melhor o campo da história da historiografia e da teoria da história no Brasil nas primeiras décadas do século XXI, realizou-se um pequeno histórico do periódico, análise do perfil de seu Conselho Executivo e dos artigos e autores de artigos, assim como das recentes reestruturações no periódico. Observou-se que, no que tange a composição de seu Conselho Executivo, a maioria dos pesquisadores são homens, brancos, brasileiros, lotados em instituições da região sudeste. O perfil principal dos autores de artigos é de homens, professores do ensino superior, adjuntos, vinculados a instituições brasileiras situadas na região sudeste, que publicaram uma única vez no periódico. Os artigos são, em sua maioria, de autoria única, realizados sem financiamento, escritos em português, pertencentes ao campo da história da historiografia e da teoria da história, voltados ao estudo de autores ou aspectos do Brasil, focados na idade contemporânea. A maior parte dos autores estudados nos artigos publicados na História da Historiografia são do sexo masculino.

Palavras-chave


História da historiografia; Revista de História; Historiografia brasileira

Texto completo:

219-265


DOI: https://doi.org/10.15848/hh.v11i28.1427

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia