Limites, desafios e perspectivas: a primeira década da revista História da Historiografia (2008-2018)

Autores

  • Flávia Varella UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v11i28.1427

Palavras-chave:

História da historiografia, Revista de História, Historiografia brasileira

Resumo

Este artigo tem como principal objetivo avaliar o perfildos editores executivos e dos autores, e as característicastécnicas das publicações do periódico científico Históriada Historiografia, no período de 2008 a 2018, por meio de indicadores bibliométricos. Utilizando dados disponíveis nas edições completas da revista, observou-se que, o perfil principal dos autores de artigos é dehomens (68%), professores do ensino superior (55%), professores adjuntos (41%), vinculados a instituições brasileiras (70%), situadas na região sudeste (67%), que publicaram uma única vez no periódico (87%). Os artigos são, em sua maioria, de autoria única (92%), realizadossem financiamento (67%), escritos em português (80%), pertencentes à história da historiografia e à teoria dahistória (67%), voltados ao estudo de autores ou aspectos do Brasil (25%), focados na idade contemporânea (77%). A maioria dos autores estudados nos artigos publicados naHistória da Historiografia são do sexo masculino (95%).No que tange à composição de seu Conselho Executivo, a maioria dos pesquisadores são homens (86%), brancos (72%), brasileiros (86%), lotados em instituições de ensino superior da região sudeste (75%).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-08

Como Citar

VARELLA, F. Limites, desafios e perspectivas: a primeira década da revista História da Historiografia (2008-2018). História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 11, n. 28, 2018. DOI: 10.15848/hh.v11i28.1427. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/1427. Acesso em: 21 set. 2021.

Edição

Seção

Artigo