Guerra e doutrina: a historiografia brasileira e o problema da autoridade colonial*

Autores

  • Marco Antonio Silveira

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i4.141

Palavras-chave:

Guerra, América portuguesa, Autoridade

Resumo

Este artigo tem como objetivo avaliar alguns dos pressupostos que vêm norteando o debatehistoriográfico no Brasil a respeito do problema da autoridade colonial. Para isso, procura-seretomar a discussão mais ampla sobre os conflitos e as formas de governo realizada desde aAntiguidade com o intuito de se sugerir que, estando a guerra no cerne do modelo escolástico,seria inadequado ignorá-la como elemento crucial nas análises sobre a colonização da Américaportuguesa. Discutindo certas concepções de natureza humana presentes na apropriação dapaidéia grega pelo pensamento católico, o artigo almeja salientar a diversidade do vocabuláriopolítico que perpassou a atuação de magistrados e governadores coloniais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-28

Como Citar

SILVEIRA, M. A. Guerra e doutrina: a historiografia brasileira e o problema da autoridade colonial*. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 3, n. 4, p. 178–233, 2010. DOI: 10.15848/hh.v0i4.141. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/141. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo