Novas tendências da historiografia sobre Minas Gerais no período colonial

Autores

  • Júnia Ferreira Furtado UFMG

DOI:

https://doi.org/10.15848/hh.v0i2.11

Resumo

Este texto pretende analisar a produção historiográfica sobre a capitania das Minas Gerais produzida a partir dos anos 1980, o que aqui denomino “Historiografia sobre Minas Gerais”. Esse momento recente da historiografia colonial mineira foi inaugurado com o livro Desclassificados do ouro, de autoria de Laura de Mello e Souza. Pretende-se mapear os temas hegemônicos, as tendências e os recortes teóricos utilizados, destacando a produção acadêmica realizada pelospesquisadores, especialmente os brasileiros. O texto aponta para a pluralidade das temáticas, fontes e interpretações como característica dessa produção e que a originalidade das novas interpretações ocorreu num contexto de ampla renovação metodológica característica dos estudos históricos no Brasil nas últimas décadas. O texto também procura apontar os novos rumos, as tendências e os contrastes dessa produção historiográfica recente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

FURTADO, J. F. Novas tendências da historiografia sobre Minas Gerais no período colonial. História da Historiografia: International Journal of Theory and History of Historiography, Ouro Preto, v. 2, n. 2, p. 116–162, 2009. DOI: 10.15848/hh.v0i2.11. Disponível em: https://historiadahistoriografia.com.br/revista/article/view/11. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

Artigo